A garota que mais amei ,é garota de programa.

É estranho sentimento, não saberia dizer se fosse numa outra situação em que a mulher amada não trabalhasse fazendo programas seria diferente. O fato é que é muito louco deitar, tocar seu corpo, darmos risadas juntos, conversar coisas tão nossas , íntimas , particulares e imaginar que vários clientes também dividem ouras histórias e intimidades que às vezes se desenvolvem com ela…Não! Aqueles histórias eram minhas ,entre nós , ninguém as roubariam, fazia parte do meu universo íntimo e imaginário do amor e das loucuras que se constroem em nossas emoções .

Há momentos de profunda tristeza Onde nada parece valer a pena, me sinto numa completa escuridão , vazio , sem nenhuma vontade de continuar. Como cortar ou acabar com isso ? Tirar esse sentimento que nessas circunstâncias só causam tristeza e desconforto. Talvez o passar do tempo dará a resposta .

Anúncios

Poema pra Suellen

A vi entre outras garotas da vida

Cobram pra satisfazer instintos , realizam fantasias !

A vi entre outras ,mas não pensava que meus instintos se prenderiam a seus encantos, e eram tantos!

Ah! Seu cheiro, voz,corpo…

Seus líquidos corporais ,tudo eram lembranças constantes presente em meus vazios diários.

Já não eram instantes de prazer

Eram infinitos de felicidade !

Aqueles momentos pagos valiam mais que uma vida sem emoção

Nos braços de Suellen alimentava minha dor

Dor causada por sua ausência e pela vida que levava.

O amor é como um círculo que só se fecha quando há reciprocidade

Senão gera dor, vazio ,é só metade !

O amor é realização em si e no outro ,mas se não tiver reciprocidade Perde -se no caminho!

A vi entre outras garotas da vida, mas me perdi em suellen.

Fim.

Autor :Nilo jorge

O sofrimento de se apaixonar por uma garota de programa.

Já não estava aguentando mais. A paixão era intensa, aquela garota era tudo pra mim, eu só queria ela, pensava a noite toda em estar a seu lado, visualizava seu whatsapp para ver se estava online, imaginar o que estava fazendo.A sensação era que o sentimento estava transbordando, perdendo o controle ,a razão, a direção. Quando não estava com ela imaginava situações que de certa forma a trazia até mim. Estava me perdendo de vez nesse sentimento. A ver com outro, bebendo, se divertindo era a pior sensação em relação a ela.

Já não estava suportando aquilo , escondido no silêncio de meu quarto só conseguia chorar ao pensar nela ,as lembranças de nossas relações sexuais era só mais um ingrediente, não o mais importante, porque o que sentia ultrapassava aquele momento . Houvir sua voz me trazia paz em meio aquela guerra de sentimento acontecendo dentro de mim. Faria qualquer coisa pra tê -la. Abriria mão de todas as mulheres do mundo só pra ficar com ela.

Ainda não sei o que fazer, sinto- me perdido e a única diração é suellen. Tomara que o tempo tire essas sensações . Suellen, suellen, suellen.

Suellen :a garota de programa que amei.

Depois de publicar meu livro baseado em histórias com garotas de programa que me envolvi, não pensava, pelo menos,no momento, em me envolver emocionalmente com uma dessas garotas. Me enganei. Eu era cliente de algumas garotas na qual mantinha uma intimidade devido ao fato de nos conhecermos há cerca de dois anos, mas não passava disso . Era só diversão e sexo, Porém, em uma noite nesta mesma zona boêmia que frequentava , chegaram algumas garotas de Belo Horizonte, percebi uma em especial. Durante algumas noites a via e me interessei pela linda garota recém chegada, mas como era cliente de uma amiga dela nunca me aproximei. Foram meses assim, até que numa noite combinei e fiz um programa com ela, o nome que usava era dani. No quarto disse estar surpresa por eu ficar com ela , pois, pensava que eu não a desejava.

Me lembro dos detalhes daquela noite, logo que entramos no quarto foi tomar banho porque disse estar suada. Quando voltou e tirou a toalha começamos a nos beijar na boca. ,comecei a acariciar seu corpo, a coloquei na cama, com a língua fiz um passeio por seu corpo, seus contornos curvas e esconderijos até finalmente chegar a sua vagina e me perder de vez naquele labirinto de peles, cheiros, gostos e líquidos que me deixavam extasiado, totalmente louco e para completar houvia seus gemidos , era forte , parecia não caber tanto tesão naquele momento.

A vi mais algumas vezes, depois foi embora pra bh. Quando voltou ficamos mais algumas vezes, depois ela literalmente sumiu não tínhamos contato. Fiquei sabendo através de frequentadores da boate que suellen namorava um rapaz que trabalha no bar e deixou de fazer programas pra morarem juntos. Ficaram por aproximadamente 3 meses, mas não deu certo. Ela voltou e depois de algum tempo me contou toda história , dizia estar apaixonada por ele , Chegaram a alugarem um barraco, fizeram planos mas o fim chegou rápido . Neste período já desenvolvemos maior intimidade, sabia seu nome verdadeiro, conhecida sua história, seus amores, seu filho, familiares, seu nome era suellen, tinha 25 anos e um filho de 9 anos, foi casada dos 15 aos 19 mas se separou, segundo ela por traição do marido.

Durante os períodos que ficava na cidade naquela boate nós nos encontrávamos todos os dias .

não dava para esconder eu estava amando suellen com todos os efeitos colaterais que isso trazia. Em mim havia um vulcão de emoções , sentia ciúmes, desejo intenso ficar com ela a todo instante, sentir sua falta, seu cheiro e os seus gemidos pareciam gravados em minha memória . Faria qualquer coisa pra tê -lá comigo ,Mas ela era distante, tinha milhares de possibilidades e eu não representava nada para o mundo dela, era apenas um bom cliente.

Nossos programas passamos a não usar camisinha, passava a maior parte do tempo chupando sua vagina seu anos, era louco, intenso, delicioso, prazeroso! Depois usava meu pênis para esfregar seu clitóris e na entrada de sua vagina e tudo que me dava prazer era ver seu rosto, mãos, corpo e olhos se revirando, além dos gemidos. Mais nada me interessava naquele momento nada mais existia. Suas marcas ficavam em meu corpo, suas unhas penetravam minha carne pra completar a intensidade do prazer.

Era bom, mas os efeitos colaterais como a dor de não poder tê-la por completo me incomodavam na mesma intensidade da paixão ,era a intensidade da dor e da impossibilidade dela gostar de mim . Eu sabia de suas escolhas conheci mesmo de longe seus amores e namorados. Era. ,às vezes,uma espécie de confidente amigo a quem se conta segredos.

Suellen tinha no mínimo 2000 posibilidades de homems que queríamos namorá-la e eu não era nenhuma delas .Mas mesmo assim não me continente e falei que queria namorá-la ,suellen pediu pra pensar e depois daria reposta, eu sabia que nesse caso Não há o que pensar ou aceita ou não aceita. Depois de uma semana ela disse não gostaria de namorar porque não se sentiria bem saber que seu namorado estava na boate Onde ela fazia programas, se esquecendo que alguns meses antes ela tinha um namorado na mesma boate. Todos estes indícios só revelam que não havia possibilidade pra mim, eu não represento nada além de um bom cliente e nunca haverá nada entre nós. Fica em mim um sentimento de adeus , despedida. Quanto a suellen seguirá sua vida e tomara que seja feliz.

O despertar da curiosidade.

Quando adolescente, certa vez ouvi mãe dizer :mulher de zona tem sempre uma faca escondida debaixo do colchão caso haja algum desentendimento com o cliente, ela o cortava com a faca. Essas e outras histórias que houvi preenchiam minha imaginação, sendo verdadeiras ou não. Naquela época ainda na adolescência fui algumas vezes a prostitutos acompanhando amigos mais velhos,mas eu ia apenas como acompanhante que tinha a curiosidade aguçada, para observar e saber como era um prostibulo, foi a primeira vez que vi uma mulher nua de verdade,mas não havia experimentado ficar com alguma. Era diversão apenas, parecia algo fora da realidade , imaginar que homens trancavam com aquelas mulheres parecia sujo, nojento, deitar naquelas camas Onde dezenas de clientes haviam se deitado, mas com o passar do tempo e com idas mais frequentes fui me acostumando a idéia pensando que se todos faziam eu também poderia fazer, pois tinha que aceitar aquela situação para poder me relacionar com uma daquelas garotas por alguns instantes, além do dinheiro que teria que pagar, é claro.

Este é um trecho de meu primeiro livro:Sabrina e outras garotas de programa que marcaram minha vida. Editora Viseu. Autor Nilo jorge. Neste livro narrei histórias vividas por mim ao me relacionar com garotas de programa, então escrevi um romance adaptando essas histórias.

O livro é escrito do ponto de vista do frequentador, do homem, do ser humano que procura nesta fonte de prazer suas realizações mais íntimas, reais, humanas.

Autor :Nilo jorge.